Árabe de Marrocos Lição 1 e Lição 2: Alfabeto e Saudações

CURSO DE ÁRABE

Iniciação à língua árabe: Alfabeto e Saudações

Lição 1 e Lição 2

ATENÇÃO: Se gostou desta página e quer seguir em frente e aprender as outras lições, veja todas as páginas aqui: O que falar em Marrocos

Árabe (Classificação genética )

A língua árabe é uma língua do ramo semita da família camito-semítica. Terá como sua língua mais próxima o Hebraico que tirando na escrita são na verdade muito semelhantes.

  • Afro-asiática
  • Semítica central
  • Semítica ocidental
  • Árabe

Normalmente fala-se de árabes, e árabe clássico. Os árabes diversos serão aqueles falados pelos diversos países e o árabe clássico será o Árabe como era e sempre foi inalterado desde a escritura do Corão, livro sagrado dos Muçulmanos.

اللغة العربية؛الفصحى – al-luġatu l-`arabīyatu l-fuşħā ( língua árabe pura )

Existem então 3 formas de árabe a ter em conta quando se analisa o caso marroquino:

1-Árabe Clássico

Este é só falado por aqueles que foram muitos anos à escola e universidade. É o árabe em que vem escrito o Qurão, o livro sagrado dos Muçulmanos.

2-Árabe Dialecto ( derija )

Todos falam, menos aquele velhote no burrito no meio das montanhas mas porque é berbére…

O árabe magrebino é um dialeto da língua árabe que se fala em Marrocos, na Algéria, na Tunísia, e na Líbia. Chama-se Derija, que significa dialecto.

Est árabe é um árabe muito diferente do árabe clássico que se fala no Médio Oriente, e, na verdade o árabe marroquino só tem 58% do árabe clássico ( fus-ha ), sendo então incompreensível em países como Egipto, Libano, Síria e Jordânia.

3-Árabe Moderno ( standart )

Este árabe é um árabe falado pela maioria dos jovens em Marrocos que já tem um certo grau de escolaridade e Universidade. Estes marroquinos não entendem completamente tudo, mas de uma forma geral conseguem ter uma idea bem boa do que se está a falar. Este árabe é uma língua por ela só, e depois de um acordo entre os países do norte de Africa e Médio Oriente, é hoje usado para ser entendível por todos. É este árabe que vai ouvir na televisão e ler nos jornais.

O que proponho nesta entrada é a aprendizagem da língua árabe clássica.

LIÇÃO 1 – O ALFABETO

A primeira coisa a aprender no árabe é o alfabeto. Tal como nós, também o árabe tem alfabeto ao contrário do que muita gente que não conhece tem a tendência a associar as sons chineses e japoneses de caracteres e não alfabeto.

Letra Padrão Nome
ا âlef âlif
ب bâ ba: ?
ت tâ ta: ?
ث thâ Ta: ?
ج jîm dZi:m
ح h.â Xa: ?
خ khaa xa: ?
د dâl da: l
ذ thâl Da: l
ر r’aa ra: ?
ز zai za: j
س si’n si: n
ش shîn Si: n
ص s’aad s_ea: d
ض d’aad d_ea: d
ط t’â t_ea: ?
ظ D’â D_ea: ?
ع ‘ayn ?ajn
غ ghaîn Gajn
ف faa fa: ?
ق qâf qa: f
ك kâf ka: f
ل lâm la:m
م mîm mi:m
ن nuun nu:n
ه hâ ha: ?
و waau wa: w
ى yâ ia: ?
ء (hamza) hamz

LIÇÃO 2 – SAUDAÇÕES

ASSALAMU ALEIKUM

( a paz sobre vós )

fp: assalaamu aleicume

WA ALEIKUMU ASSALAM

( e sobre vós a paz )

fp: uá aleicumu assalaame

SABAHU ALKHAIRI

( manhã de bem )

fp: sebáhe al-rréri

SABAHU ANNURI

( manhã de luz )

fp: sebáhe annuri

MASAHU ALKHAIRI

( tarde de bem )

fp: massá al-rréri

MASAHU ANNURI

( tarde de bem )

fp: massá annuri

About these ads

229 pensamentos em “Árabe de Marrocos Lição 1 e Lição 2: Alfabeto e Saudações”

  1. Realmente a língua árabe é extremamente fascinante e difícil,mas não é impossível,pois quando se tem força de vontade e determinação,tudo se torna possível,quero muito aprender muito mas não apenas a língua em si mas a cultura,o comportamento e todo esse mistério que envolve o mundo árabe vamos lá gente.

  2. O amigo jorge tem razao. Falar arabe fluente …so no pais de origem,,,tal como qualquer lingua no mundo. Mais deixo uma dica que tambem aconselho vivamente aos nossos alunos. Nas aulas, o professor so deve falar arabe, apartir do nivel 2, e os alunos se puderem, devem instalar um satelite virado para os paises arabes. com al jazerah e as “terriveis” novelas egipcias. Ajuda muito! Abraço pesssoa!

  3. É quase que impossível alguém aprender a falar ou falar e escrever o árabe, pois existe o árabe clássico (infelizmente alguns cursos e professores insistem em ensiná-lo o que não adianta nada lá no exterior para quem viaja, como eu viajei e até servia de chacota e deboche quando eu tentava articular qualquer palavra clássica). Existe o dialeto que cada país tem, o que torna a língua mais complicada e difícil ainda. Estive no MARROCOS E TUNÍSIA e não entendia uma palavra sequer do que eu havia estudado. E olhem que estudei por 2 anos no Rio, antes de viajar. Para se ter uma ideia da dificuldade: falo e escrevo Francês correntemente e lá em Paris não conseguia entender nada, também. Eles entendem quase tudo que falamos, quando bem pronunciado, mas nós não pescamos nada. Porque? porque falam com rapidez. Tentem entender um argentino ou qualquer falante da Língua Espanhola quando tal pessoa fala rápido, como é costume esses povos todos falarem. Garanto que vão ficar a ver navios. Quanto mais o Árabe, que é falado diferentemente em cada país, em cada cidade, em cada região. O Árabe falado pelo povo no Marrocos, não é compreendido pelo povo da Tunísia. Os egípcios trocam o j (jota) pelo g ao pronunciarem a maioria das palavras, por exemplo “jamal” é falado no Egito “gamal”. Então a gente aprende a língua e chegando a qualquer daqueles países acaba tendo uma decepção tremenda. Aprender a ler e escrever não é um bicho de sete cabeças, é até possível, com muita luta, muito esforço e horas e horas de estudo, no mínimo quatro horas de estudo cerrado por dia. Isto me foi dito pelo professor que me dava aulas no Rio de Janeiro. O próprio Inglês de hoje é bastante diferente do que aprendi há 30 anos atrás, chegando eu a quase me formar em professor. Ler uma língua ou escrevê-la não é uma coisa impossível. Impossível é se fazer entender ou, pior, entender o que eles falam lá fora. A gente consegue dizer palavras soltas, tais como: bom dia, boa noite, como vai, olá, saudações, a paz esteja contigo, Deus é Grande, que calor, que frio, hotel, comida, paz, amigo, etc. Mas o complicado é articular frase inteiras e corretas em Árabe e mais terrível ainda é entender quando eles falam ininterruptamente, julgando que você sabe alguma coisa do idioma. Logo percebem que a pessoa não pesca quase nada da língua e passam a tentar se comunicar com os turistas num Francês horrível ou em Inglês, mais mal falado ainda. Não quero decepcionar ninguém, mas aprender e se fazer entender e mais ainda, entender o que cada povo fala em Árabe, não é pra qualquer um, não. É preciso anos a fio de estudo, é preciso morar lá por pelo menos 2 anos ou ser filho de árabes e ter aprendido com a família desde criança.
    Abraços a todos e insistam, mesmo tendo lido o que escrevi pois o mesmo prazer que tive de viajar e me decepcionar com o idioma, será possível a todos.

    1. Jorge isso de em Paris não perceber o que um Francês diz é porque se calhar o seu nível não é assim tão bom, eu não me considero fluente mas nunca tive nenhum problema em perceber um francês, um inglês ou um espanhol e de todas é a língua que menos domino. Quanto ao árabe aí já concordo, realmente tentar ir a um souk a falar árabe clássico claro que vai ser motivo de chacota mas se falar derija aí por exemplo entre tunísia e marrocos não vai ter grandes dificuldades, basta ter em atenção que algumas palavras são realmente muito diferentes mas isso são regionalismos e tal acontece em todas as línguas até em português.

    2. O seu comentário é o de uma pessoa frustrada que tentou aprender línguas, perdeu tempo, e no final não aprendeu nada. Fala Francēs e não entende o Françēs falado em Paris? Fala o Espanhol e não entende os Argentinos? De fato, aprender línguas estrangeiras não é para você, Jorge Elias.

  4. أنا أحب اللغة العربية لأنني أعتقد أنها جميلة جدا والثقافات الخ الرقصات. السلام عليكم …Grata !!

    1. Eu tambem amo a cultura árabe de um modo geral. Estou aprendendo árabe classico
      com um professor sirio,
      sei das dificuldades que todos os idiomas apresentam, mas
      nao vou desistir!

Deixe um comentário sff

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s